Home M DE MÚSICA Best Youth: “Foi uma química instantânea”.

Best Youth: “Foi uma química instantânea”.

0

Parecem apenas um, como dois lados da mesma moeda. Provavelmente, é esse o segredo do sucesso dos Best Youth.

 

Catarina Salinas e Ed Rocha Gonçalves são os Best Youth. Ele é autodidata e trabalhou como designer de equipamentos; apesar do curso de Som e Imagem, ela tornou-se agente têxtil e consultora de marcas internacionais, depois de ter começado a cantar no chuveiro, fascinada com a reverberação da casa de banho. São os dois do Porto mas conheceram-se e tornaram-se amigos numas férias de Verão, na adolescência, no Algarve. De regresso à Invicta, aproveitam o mote de João Salcedo e Miguel Araújo, nas noites open-mic no bar Pop, e sobem ao palco pela primeira vez – nunca nada voltaria a ser igual. Com outro amigo, formam os Genius Loki mas, com o final da banda, novas portas se viriam a abrir. A solo, Ed precisava de uma voz e Catarina era a escolha óbvia. Segundo dizem, a química foi instantânea e transpira em tudo aquilo que têm feito desde então, do EP que os catapultou para o mundo ao segundo álbum mas registo de estreia, Highway Moon. São uma dupla que faz dançar mas há neles tanto de melancolia quanto de coragem – a coragem de deitar fora um primeiro álbum por sentirem que nada daquilo reflectia a aprendizagem de que já se orgulhavam. Highway Moon podia revelar um fascínio pelo preto e pelo branco mas o futuro dos Best Youth tem muitas cores e sabor a gelado de framboesa.

LEAVE YOUR COMMENT