Home Discos Discursos M de Música @ Super Bock Em Stock: dia 1

M de Música @ Super Bock Em Stock: dia 1

M de Música @ Super Bock Em Stock: dia 1
0

Do indie, à soul e ao hip hop, houve liberdade espalhada pela avenida.

Houve muita alma no primeiro dia da edição 2019 do Super Bock Em Stock – quer se fale de Michael Kiwanuka, que encheu o Coliseu dos Recreios, ou de Amaura, que passou pelo Bloco Moche, no Capitólio.

Ainda todos digerem o recente Kiwanuka e já o cantor e compositor britânico vai disparando as canções do seu terceiro longa-duração. Não mudou muito, na sua música e no seu olhar, desde o primeiro encontro com o público deste festival, em 2012, então Vodafone Mexefest. Mas, em sete anos, muita coisa mudou: as suas canções começarem a surgir em séries de sucesso deu-lhe uma visibilidade que justificou, em boa parte, que fosse o concerto mais concorrido da primeira noite. Bem-aventurados aqueles que foram – se não conheciam mais do que “Cold Little Heart” tiveram uma lição perfeita do que é a união única entre a soul e o rock, entre a alma e electricidade, entre as sementes deixadas por Otis Redding e as influências de clássicos como os Beatles. Em 2012, Kiwanuka apresentava, timidamente, o seu registo de estreia, Home Again: porventura, a timidez mantém-se mas a forma como se entrega às melodias e como entrega as palavras permanece, em contraste com a imponência da banda (e coro) que o acompanham e que dão um cariz (ainda mais) clássico a estas viagens contemporâneas. De “You Ain’t The Problem” a “Hero”, de “Black Man in a White World” a “Love & Hate”, foi uma viagem com tanto de comoção quanto de reverência à tradição. É velocidade controlada pela emoção, é sentimento disparado com notoriedade. É alma em estado puro, seja qual for o seu formato.

Enquanto Amaura encantou no Capitólio, Marinho convidou Monday e apresentou o seu ~ no Maxime; Luís Severo trouxe a “Primavera” à noite fria de Outono, no Teatro Tivoli BBVA, o mesmo espaço que recebeu as confissões em formato-canção de Jordan Mackampa, enquanto o final do serão estava reservado para o DJ set dos Friendly Fires, no Coliseu dos Recreios. Avenida acima e avenida abaixo, assim ficava fechada, com chave d’ouro, a primeira noite do Super Bock Em Stock 2012.

Foto: Super Bock Em Stock

LEAVE YOUR COMMENT